Là-Bas Hotel: Suites de Montagne

7 atrações em Campos do Jordão para quem quer curtir a natureza

Localizada na Serra da Mantiqueira, Campos do Jordão é a cidade mais alta do Brasil, o que garante temperaturas amenas no verão e termômetro próximo do negativo no inverno. E por conta do clima, que nada lembra um país tropical, as suas construções foram inspiradas na arquitetura europeia, o que lhe rendeu o título de suíça brasileira.

A cidade acabou atraindo os turistas que são apreciadores do frio, sendo considerado o melhor destino do país para se aproveitar o inverno. A sua atmosfera romântica também atrai casais apaixonados que estão em busca de um local para curtir a dois.

E está enganado quem pensa que, por conta do frio, Campos do Jordão tem apenas atividades indoor. A cidade é rodeada por verde e tem diversas atrações para quem gosta de aproveitar a natureza nas demais estações do ano.

Ficou interessado em saber mais?  Então confira as 7 atrações em Campos do Jordão para curtir a natureza!

1. Horto Florestal

Quem é amante do meio ambiente não pode deixar de visitar o Horto Florestal, ótima oportunidade para conhecer a biodiversidade da Serra da Mantiqueira. O parque conta com cinco trilhas, que vão desde o nível fácil, para quem não tem condicionamento físico ou está acompanhado por crianças, até o nível mais difícil, sendo recomendável o acompanhamento de um guia.

O parque tem uma boa estrutura para os visitantes, com dois restaurantes, área para piquenique, bosque, passeio de trem, aluguel de bicicleta, playground, loja de artesanato e até uma tirolesa — paga à parte.

2. Jardins de Amantikir

O parque Jardins de Amantikir surgiu da ideia da criação de jardins inspirados em culturas estrangeiras, sendo composto por 22 deles no total. Além de ser uma boa opção de passeio para se fazer no verão, o parque também abriga plantas que florescem nas demais estações, sendo igualmente atrativo no outono ou inverno. Os visitantes do parque podem se divertir entre arbustos que formam um labirinto, ou relaxar no jardim oriental, digno de cena de filme.

Para conhecer melhor a história de cada jardim, assim como as 700 espécies de plantas que existem no parque, a reserva da visita guiada é uma boa opção. E o melhor de tudo é que o parque permite a entrada de animais na guia ou no colo do dono, bom para quem gosta de viajar com o seu pet!

3. Bosque do Silêncio

Como é de se esperar por conta do nome, o Bosque do Silêncio é um local de paz e tranquilidade. Quem busca atividades leves, pode aproveitar para conhecer melhor o parque por meio das trilhas e, quem sabe, até se deparar com algum animal silvestre da região. Já se o objetivo for relaxar, é possível aproveitar para descansar em meio ao som da natureza utilizando as redes distribuídas pelo parque.

Mas para aqueles que querem aventura, não vão faltar opções. O arborismo é uma das atividades mais procuradas, com circuitos de travessias em pontes e cordas. Também há outras atividades como montanhismo, trekking, mountain bike e mini golf. A entrada do parque é gratuita, mas as atividades são pagas à parte.

4. Borboletário Flores que Voam

A visita ao Borboletário Flores que Voam é indispensável para quem gosta de atividades de lazer que também são educativas. Isso porque, além do jardim de 500 m² composto por várias flores e borboletas, que dão o toque especial, o parque também permite a visita ao laboratório onde são criadas as borboletas desde a fase das lagartas.

É recomendável que a visita seja feita no período da manhã, já que é horário mais ativo das borboletas por conta da luz solar. O parque conta com um monitor para fornecer informações aos visitantes e também dar as instruções inicias para garantir a preservação do borboletário.

5. Centro de Lazer Tarundú

O Centro de Lazer Tarundú é um parque no meio da natureza com atividades que agradam a todos os perfis. Para quem gosta de adrenalina não faltam opções como a Orbit Ball, atividade que consiste em escorregar por uma inclinação dentro de uma bola inflável de 3 metros de diâmetro, ou o Bungee Trampolim, que permite pular de uma altura de até 12 metros.

Mas se você busca algo mais tranquilo, pode optar por fazer passeios a cavalo ou até mesmo ter uma aula de equitação. Também há a opção de atividades indoor, como a patinação no gelo, além de um restaurante, já que o parque conta com atividades suficientes para um dia inteiro de diversão.

6. Complexo do Baú

Complexo do Baú é o nome dado à formação rochosa composta por três rochas: Ana Chata, de 1.670 metros, Bauzinho, de 1.760 metros, e Pedra do Baú, com 1.950 metros. Quem sobe o complexo é presenteado pela vista espetacular, e não é preciso ser um escalador para realizar a subida, mas é fortemente recomendado que seja feito com o acompanhamento de um guia e equipamento de segurança.

A entrada do Complexo do Baú é bem sinalizada, e fica na estrada que liga Campos do Jordão e São Bento de Sapucaí. Ao estacionar, é preciso andar 1,5 km para chegar até o começo das trilhas, e mais 2 km para quem quiser subir a Pedra do Baú. Como não há lanchonetes no local, o ideal é levar água e lanches leves para realizar o trajeto. Também é necessário levar dinheiro em espécie para pagar a taxa de preservação ambiental no valor de R$ 10,00 por pessoa.

7. Pico do Itapeva

Outro destino que proporciona uma vista de tirar o fôlego, o pico do Itapeva conta com 2.050 metros de altitude e possibilita a vista para 15 cidades da região. O pico fica localizado na cidade de Pindamonhangaba, mas o único acesso a ele é por uma estrada que sai de Campos do Jordão, por isso ele se tornou um dos pontos turísticos da cidade.

Próximo do local, há uma charmosa lagoa chamada Lagoa do Itapeva, frequentada pelos visitantes do pico e por uma equipe que organiza salto de tirolesa sobre a lagoa e também passeios de barco. A estrada do Pico do Itapeva é de fácil acesso e há um estacionamento no local.

E então, está pronto para fazer as malas e conhecer as atrações de Campos do Jordão? Se quiser conhecer mais atrações da cidade, continue conosco e acesse nosso artigo sobre o Morro do Elefante!