Là-Bas Hotel: Suites de Montagne

O que você precisa saber para fazer uma boa viagem com seu pet

Quem tem um animal de estimação sabe que o vínculo criado entre dono e pet é muito forte. Não é raro encontrar pessoas que tratem o seu bichinho como membro da família. E, quando chega a época de viajar, a ideia de deixá-lo para trás não é nada agradável.

Mas já está se tornando comum levar o animalzinho nas viagens com a família. Isso porque, além de estar junto com seu companheiro, tê-lo por perto gera menos preocupação e a viagem se torna mais prazerosa.

E para ajudar quem está planejando uma viagem com o pet, trouxemos algumas dicas para que a viagem seja boa para todos. É o seu caso? Então continue com a gente!

Marque uma consulta com o veterinário

Para proteger a saúde do seu animal, marque uma consulta no veterinário. Ele poderá te dar boas dicas para a viagem, como o que fazer para evitar o enjoo durante o trajeto de carro, algo comum de acontecer.

Também irá verificar se todas as vacinas estão em dia e, provavelmente, receitar algum vermífugo e remédio anti-pulgas para que ele não sofra com infestações durante a viagem.

Faça a mala do seu pet

Reúna todos os itens do seu animalzinho, como caminha, brinquedos, cobertor, coleira, sacos higiênicos e potinho para água e comida. E, claro, não se esqueça da ração.

Lencinhos umedecidos podem ser uma mão na roda. Leve sempre com você caso ocorra algum vômito no carro ou para limpar patinhas sujas após o passeio, a fim de evitar que marquem o chão da área comum do hotel.

Identifique o seu companheiro

É imprescindível o uso de coleira para identificar seu pet e registrar os seus dados para contato. Por mais cuidadoso que você seja, pode acontecer de o animal se assustar e fugir. Melhor prevenir, não é mesmo?

Prepare-se para o transporte

Se o seu pet não está acostumado a andar de carro, comece fazendo passeios curtos com ele antes da data da viagem. Assim, ele não irá estranhar quando for pegar a estrada. Se a viagem for longa, o ideal é fazer paradas para que ele possa beber água e fazer xixi.

Durante o trajeto, é muito importante que ele esteja preso, ou na caixa de transporte ou com cinto de segurança próprio para animais. Deixá-lo solto no carro pode colocar a segurança de todos em risco. Já pensou se ele resolve se esconder nos pés do motorista?

Escolha uma hospedagem pet friendly

Pesquise com antecedência os hotéis preparados para receber o seu pet; eles podem ser concorridos por essa comodidade. Alguns hotéis oferecem potinhos para água e comida, o que facilita na hora de preparar as malas.

Verifique as regras do local, pois nem todo estabelecimento pet friendly é igual. Alguns oferecem canil para os animais, restringindo o acesso aos quartos. Em outros, o acesso ao quarto é permitido, mas a circulação nas áreas comuns é restrita.

O ideal é escolher um hotel que possibilite que a rotina do seu pet seja parecida com a rotina de casa. Se ele está acostumado a dormir com você, deixá-lo num canil pode estressá-lo.

Bacana, mas e os felinos?

Dizem que gatos são apegados à casa e não ao dono. Quem tem um felino na família sabe que isso é balela, mas também sabe que os gatos são mais sensíveis à mudança na rotina. Por isso, é recomendado que você o leve junto apenas se não tiver quem cuide em caso de viagens de longa duração.

Mas, se o bichano for acompanhar a família, comece a fazer com que ele se acostume com a caixinha de transporte e o carro. Coloque uma peça de roupa sua nesses locais para ele se acostumar mais rápido. A dica anterior de começar dando pequenas voltas com o carro também é válida.

Com uma boa preparação, a viagem com o pet será agradável tanto para você quanto para ele, que com certeza ficará mais feliz ao seu lado do que em casa!

Quer saber mais sobre o assunto? Então acesse nosso artigo “Turismo 4 patas: 4 motivos para viajar com seu pet“.